João Chianca é o novo campeão sul-americano da WSL Latin America

O jovem surfista de Saquarema, João Chianca, 19 anos, é o novo campeão sul-americano da WSL Latin America. A vitória no Héroes de Mayo Iquique Pro no Chile, a primeira da sua carreira no Circuito Mundial da World Surf League, foi decisiva para conquistar o título de 2019, por apenas 10 pontos de vantagem sobre o catarinense Lucas Vicente, no ranking final das cinco etapas do WSL Qualifying Series realizadas na América do Sul esse ano.

“O título sul-americano da WSL era uma coisa que eu não esperava no início do ano e só fui me tocar da importância e toda sua grandeza no meio do ano”, confessou João Chianca. “Fico mais do que feliz em saber que sou o novo campeão sul-americano. É um título muito bom, importante, que vai me trazer confiança e certamente me ajudar para os próximos anos”.

João Chianca entra na lista dos campeões sul-americanos da WSL Latin America, como um dos mais jovens a conseguir o troféu de melhor do continente nos 15 anos de história deste título. Ele só fica atrás do fenômeno Gabriel Medina, que ainda não tinha completado 18 anos quando foi o campeão de 2011, pois seu aniversário é em 22 de dezembro. E com 19, idade de Chianca, Medina se tornou o primeiro e até agora único a ser campeão sul-americano duas vezes, no mesmo ano de 2013 que conquistou o título mundial Pro Junior da World Surf League.

“Foi um ano bem corrido pra mim”, conta João Chianca. “Começou em Noronha (Oi Hang Loose Pro Contest em Fernando de Noronha), mas foi bem difícil pra mim. Eu não estava me sentindo 100% depois de uma lesão no final do ano de 2018, então Noronha foi meu primeiro evento e só passei uma bateria lá. O foco para 2019 era entrar nos Primes (eventos mais importantes do QS limitados aos top-100 do ranking), então continuei treinando, voltei ao meu rip do surfe e depois veio a minha tão esperada primeira vitória no QS, em Iquique, no Chile”. 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões