Filipe Toledo chega animado para a etapa de Margaret River

Quarto colocado no ranking, a apenas 1.550 pontos do líder, o brasileiro Filipe Toledo chega animado para a 4ª etapa do Championship Tour (CT), em Margaret River. A expectativa é se manter na briga pela ponta, de olho no título mundial e também na vaga olímpica para os Jogos de Tóquio 2020.

“Estou animado, sempre! Tive a chance de chegar lá, mas deixei escapar. Então, agora é hora de fazer um bom resultado e se manter na briga. Os Jogos Olímpicos estão sempre no pensamento. Será um momento histórico e quero estar lá. Um orgulho representar o Brasil e, quem sabe, garantir uma medalha”, disse ele.

Em Margaret River, ele estreia na sexta bateria, enfrentando o havaiano Sebastian Zietz e o australiano Jack Robinson (wild card), mas adianta estar tranquilo.

“Não dá para ficar escolhendo adversários quando se está entre os melhores do Mundo”.

Filipe também não perde a tranquilidade quando o assunto são os tubarões.

“Eles sempre estarão lá, afinal é o habitat deles. Acontece que ano passado, estava atípico por conta das baleias que estavam mortas na costa. Acho que quando estamos lá não dá muito para ficar pensando nisso, a não ser quando eles aparecem na sua frente (risos)”, diz.

Ele ainda comentou sobre bateria mais badalada da temporada até agora, contra Kelly Slater em Keramas (Bali) pelas quartas-de-final, terminando na quinta colocação. Apesar de toda a expectativa criada no último confronto, ele descarta qualquer sentimento de revanche.

“Sempre é bom vencer ele, mas tem de respeitar o ‘garoto’. Afinal, são 11 títulos mundiais e eu nem tenho um ainda (risos)”, finalizou.

CRÉDITOS: MADE NAGI/EFE

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões