Oito brasileiros estão na terceira fase do Oi Rio Pro

A segunda-feira amanheceu com altas ondas em Saquarema e a estreia dos homens no Oi Rio Pro 2018 foi transferida das esquerdas da Praia de Itaúna para as direitas da Barrinha. Dos quatorze participantes do Brasil nesta quarta etapa do World Surf League Championship Tour, seis venceram suas primeiras baterias e passaram direto para a terceira fase, o potiguar Italo Ferreira com sua lycra amarela do Jeep Leaderboard, o campeão mundial Gabriel Medina e Filipe Toledo, Willian Cardoso, Yago Dora e Miguel Pupo.

A repescagem já começou com o bicampeão mundial John John Florence encarando Deivid Silva, vencedor da triagem em Saquarema. O confronto foi equilibrado, mas uma nota 7.17 do havaiano fez a diferença. Apesar da luta, o brasileiro não conseguiu impedir a classificação do adversário, autor de 12.24, contra 10.94.

Na segunda bateria, Alejo Muniz e o australiano Owen Wright tiveram grande dificuldade para encontrar boas ondas. A vitória de Alejo veio nos instantes finais, quando precisava de 4.63 e fez 4.80.

O sul-africano Jordy Smith venceu a terceira bateria da repescagem, escolhendo melhor as ondas para somar 6.50 e 6.20, contra 5.17 e 4.77 do brasileiro Wiggolly Dantas, que investiu mais nas ondas intermediárias e não foi feliz nas tentativas. Depois aconteceu mais um confronto brasileiro e Ian Gouveia fez o maior placar do Oi Rio Pro 2018 para vencer sua primeira bateria no CT esse ano. Foi logo contra o defensor do título desta etapa, Adriano de Souza, que o pernambucano totalizou 15,53 pontos com a nota 8,93 da sua melhor onda.

A próxima chamada acontece às 6:45h desta terça-feira, e a ideia da WSL é dar sequência à prova na Barrinha, às 7h.

Oi Rio Pro 2018

Primeira fase

1. Filipe Toledo (BRA) 13.70, Kanoa Igarashi (JAP) 13.07, Ian Gouveia (BRA) 9.73
2. Miguel Pupo (BRA) 13.10, Jordy Smith (AFR) 10.66, Tomas Hermes (BRA) 8.23
3. Wade Carmichael (AUS) 12.60, Owen Wright (AUS) 11.26, Wiggolly Dantas (BRA) 11.17
4. Mikey Wright (AUS) 14.83, John John Florence (HAV) 13.93, Joan Duru (FRA) 10.93
5 Gabriel Medina (BRA) 14.17, Jessé Mendes (BRA) 13.43, Alejo Muniz (BRA) 12.86
6. Julian Wilson (AUS) 12.93, Deivid Silva (BRA) 10.30, Patrick Gudauskas (EUA) 8.83
7. Italo Ferreira (BRA) 10.64, Connor O´Leary (AUS) 10.47, Keanu Asing (HAV) 10.36
8. Griffin Colapinto (EUA) 11.60, Michael February (AFR) 11.47, Adriano de Souza (BRA) 11.00
9. Yago Dora (BRA) 12.13, Michel Bourez (PLF) 10.67, Conner Coffin (EUA) 2.87
10. Ezekiel Lau (HAV) 13.60, Adrian Buchan (AUS) 12.30, Sebastian Zietz (HAV) 6.57
11. Willian Cardoso (BRA) 11.16, Matt Wilkinson (AUS) 9.60, Jeremy Flores (FRA) 9.30
12. Kolohe Andino (EUA) 13.40, Frederico Morais (POR) 11.76, Michael Rodrigues (BRA) 7.00

Segunda fase 

1. John John Florence (HAV) 12.24 x 10.94 Deivid Silva (BRA)
2. Alejo Muniz (BRA) 10.57 x 10.40 Owen Wright (AUS)
3. Jordy Smith (AFR) 12.70 x 9.94 Wiggolly Dantas (BRA)
4. Ian Gouveia (BRA) 15.53 x 11.83 Adriano de Souza (BRA)
5. Keanu Asing (HAV) 9.77 x 9.66 Michel Bourez (PLF)
6. Adrian Buchan (AUS) 12.63 x 3.96 Michael February (AFR)

Baterias pendentes

7. Matt Wilkinson (AUS) x Michael Rodrigues (BRA)
8. Frederico Morais (POR) x Patrick Gudauskas (EUA)
9. Jeremy Flores (FRA) x Jessé Mendes (BRA)
10. Sebastian Zietz (HAV) x Joan Duru (FRA)
11. Conner Coffin (EUA) x Tomas Hermes (BRA)
12. Connor O´Leary (AUS) x Kanoa Igarashi (JPN)

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões