Oi Rio Pro conta com show de tubos e aéreos na Barrinha

Hoje tivemos mais um dia de condições clássicas na Barrinha, em Saquarema (RJ). O brasileiro Italo Ferreira não conseguiu vencer o duelo brasileiro da terceira fase do Oi Rio Pro contra o catarinense Yago Dora e perdeu a lycra amarela do Jeep Leaderboard em Saquarema. Destaque para o bicampeão mundial John John Florence fez um novo recorde de pontos para o Oi Rio Pro, 17,97 pontos de 20 possíveis com a nota 9,80 da sua melhor onda surfada contra o paulista Miguel Pupo na bateria que fechou a terça-feira na Barrinha.

Agora, o campeão mundial Gabriel Medina e Filipe Toledo são os principais concorrentes para tirar a liderança do ranking do australiano Julian Wilson nesta quarta etapa do World Surf League Championship Tour. Além dos dois paulistas e de Yago Dora, o cearense Michael Rodrigues e o pernambucano Ian Gouveia também venceram suas baterias nas direitas da Barrinha na terça-feira e vão disputar vagas para as quartas de final do Oi Rio Pro.

BATERIA 100% BRASILEIRA

Dos cinco brasileiros classificados, dois já estão garantidos nas quartas de final, pois a bateria que vai abrir a quarta fase ficou 100% verde-amarela, entre Filipe Toledo, Ian Gouveia e Michael Rodrigues. Os dois primeiros colocados avançam e o terceiro termina em nono lugar no Oi Rio Pro, marcando 3.700 pontos no ranking. Ian Gouveia foi o primeiro a se classificar. Ele surfou o melhor tubo nos dois dias de competição nas direitas da Barrinha e na saída atacou forte uma junção cavernosa para arrancar a maior nota do campeonato – 9,93. Três dos cinco juízes chegaram a dar nota 10 para ele e essa onda liquidou o sul-africano Jordy Smith, que era até o favorito para vencer essa primeira bateria da terceira fase.

Na quarta-feira, a competição deve retornar ao seu palco principal e a primeira chamada do dia será as 6h45 na Praia de Itaúna, não mais na Barrinha.

 

Resultado desta terça-feira no Oi Rio Pro:

QUARTA FASE

1.a: Filipe Toledo (BRA), Michael Rodrigues (BRA), Ian Gouveia (BRA)

2.a: Julian Wilson (AUS), Kolohe Andino (EUA), Kanoa Igarashi (JPN)

3.a: Gabriel Medina (BRA), Sebastian Zietz (HAV), Ezekiel Lau (HAV)

4.a: John John Florence (HAV), Wade Carmichael (AUS), Yago Dora (BRA)

TERCEIRA FASE 

1.a: Ian Gouveia (BRA) 14.26 x 10.90 Jordy Smith (AFR)

2.a: Michael Rodrigues (BRA) 13.70 x 11.07 Frederico Morais (PRT)

3.a: Filipe Toledo (BRA) 6.90 x 6.37 Keanu Asing (HAV)

4.a: Kolohe Andino (EUA) 12.40 x 2.57 Willian Cardoso (BRA)

5.a: Kanoa Igarashi (JPN) 12.84 x 11.40 Griffin Colapinto (EUA)

6.a: Julian Wilson (AUS) 9.34 x 8.94 Alejo Muniz (BRA)

7.a: Gabriel Medina (BRA) 13.10 x 11.20 Mikey Wright (AUS)

8.a: Sebastian Zietz (HAV) 14.27 x 9.17 Tomas Hermes (BRA)

9.a: Ezekiel Lau (HAV) 8.33 x 7.44 Adrian Buchan (AUS)

10: Yago Dora (BRA) 10.56 x 9.70 Italo Ferreira (BRA)

11: Wade Carmichael (AUS) 13.30 x 12.67 Jeremy Flores (FRA)

12: John John Florence (HAV) 17.97 x 8.26 Miguel Pupo (BRA)

SEGUNDA FASE 

———-baterias que abriram a terça-feira:

7.a: Michael Rodrigues (BRA) 8.67 x 5.80 Matt Wilkinson (AUS)

8.a: Frederico Morais (PRT) 9.04 x 6.73 Patrick Gudauskas (EUA)

9.a: Jeremy Flores (FRA) 13.66 x 10.60 Jessé Mendes (BRA)

10: Sebastian Zietz (HAV) 15.86 x 15.67 Joan Duru (FRA)

11: Tomas Hermes (BRA) 14.24 x 5.13 Conner Coffin (EUA)

12: Kanoa Igarashi (JPN) 10.57 x 10.20 Connor O´Leary (AUS)

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões