Filipe Toledo aposta em Bells Beach para se recuperar no ranking do CT


Nono colocado na etapa da Gold Coast, Filipe Toledo aposta numa boa performance no Rip Curl Pro Bells Beach para se recuperar no ranking do CT. Ele será o segundo brasileiro a estrear na etapa surfando na terceira bateria contra os norte-americanos Griffin Colapinto e Kelly Slater.

“Quero apenas ter boas oportunidade na bateria. O surf está no pé. Se as ondas vierem para mim, vou mostrar o meu surf e é isso que mais quero. Tudo vai depender muito das condições do mar, mas teoricamente é sempre escolher as maiores e manobrar forte nas partes mais críticas nas sessões da onda”.

Ele também comentou sobre ter o 11x campeão mundial, Kelly Slater logo na estreia.

“Bom para ir logo aquecendo as canelas (risos). Se pretende vencer, tem logo que já ir colocando seu ritmo”, afirma o atleta, que em Bells Beach tem como melhor resultado dois quintos lugares, em 2013, temporada de estreia no Tour e 2017.

Ele ainda disse que o foco é a vaga olímpica para defender o Brasil nos Jogos de Tóquio 2020. 

“O desejo de representar o Brasil em uma Olimpíada é muito grande, mas para isso temos de trabalhar forte o ano todo. Novamente!”, finalizou.

Foto: WSL

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões