Italo Ferreira defende o título do Rip Curl Pro Bells

Campeão da etapa de Gold Coast (AUS) do CT, o brasileiro Italo Ferreira tem tudo para seguir confiante no país. A partir desta terça-feira, ele defende o título do segundo evento da temporada, em Bells Beach.

“Em todos esses anos, sempre comecei o Tour bem, mas este ano tem algo diferente. Estou me dedicando muito mais para alcançar meus objetivos, que não serão fáceis. Começar vencendo na Gold Coast só me deixa mais confiante e com mais sede de vencer! Camisa amarela, a tão cobiçada lycra de competição. Tem muita pressão e cobrança por trás, mas estou sabendo administrar esses fatos e quero usar como combustível para continuar na ponta, que será uma missão e tanto. Mas estou disposto e me dedico todos os dias para isso”, garantiu Ítalo.

O potiguar de Baía Formosa venceu o Rip Curl Pro e a próxima etapa também, o Corona Bali Protected, que neste ano será realizada entre os dias 13 e 25 de maio em Keramas Beach, antes do Margaret River Pro em West Australia, que em 2018 foi encerrada em Uluwatu, também na Indonésia, com o catarinense Willian Cardoso sendo o campeão.

A “seleção brasileira” terá doze surfistas participando do segundo desafio do ano, que começa nesta quarta-feira e vai até o dia 27 de abril na gelada região de Victoria, no sul da Austrália.

O Rip Curl Pro Bells Beach vai começar com outro potiguar, Jadson André, líder disparado do WSL Qualifying Series com uma vitória e dois vice-campeonatos nas três primeiras etapas do QS 6000 da temporada. O natalense de Ponta Negra vai enfrentar o australiano Owen Wright e o francês Jeremy Flores na primeira bateria. Na terceira, tem Filipe Toledo com dois norte-americanos, Griffin Colapinto e o onze vezes campeão mundial, Kelly Slater.

Depois, tem o bicampeão mundial Gabriel Medina com o australiano Ryan Callinan e o local Harry Mann. Na disputa seguinte, entra o cearense Michael Rodrigues com o americano Conner Coffin e o italiano Leonardo Fioravanti. O Brasil ainda participa das quatro baterias que fecham a primeira fase, com Yago Dora na nona, Deivid Silva na décima, Willian Cardoso e Jessé Mendes estreiam juntos na 11.a e Peterson Crisanto está na 12.a e última.

CT FEMININO 

Entre as meninas, a gaúcha Tatiana Weston-Webb segue sendo a única representante do Brasil, pois a cearense Silvana Lima ainda está se preparando para voltar a competir depois de operar os dois joelhos no ano passado. Tatiana foi vice-campeã do Rip Curl Pro Bells Beach em 2018, na final contra a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore. Ela está escalada na quinta bateria com a havaiana Malia Manuel e a australiana Macy Callaghan.

Assim como na categoria masculina, as duas primeiras colocadas nas baterias da rodada inicial avançam direto para a terceira fase, que no CT feminino já é oitavas de final. Na abertura da temporada 2019 na Gold Coast, Tatiana foi barrada nas quartas de final pela própria Malia Manuel e divide a quinta posição no Jeep Leaderboard com a australiana Stephanie Gilmore, a francesa Johanne Defay e a norte-americana Sage Erickson.  

A chamada do primeiro dia será as 6h30 da quarta-feira na Austrália, 17h30 da terça-feira no fuso horário de Brasília. 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões