Entrevista exclusiva com o tube rider Jerônimo Vargas

O carioca Jerônimo Vargas em entrevista exclusiva para o Tudo pelo Surf contou um pouco sobre a sua carreira e sobre seus planos. Confiram o bate-papo com o vencedor do QS 3000 Maui and Sons Arica Pro Tour nas pesadas onda de El Gringo no Chile.

 1) Qual seus objetivos ainda para esse temporada ? (Campeonatos; viagens; planejamento)

“Meu primeiro objetivo era voltar para os eventos 10.000.  Agora que alcancei esse vou tentar o objetivo seguinte que é me classificar. Infelizmente é impossível planejar viagem de freesurf atualmente porque não tenho patrocínio , tenho que investir em campeonato”.

 2)  Como estão sendo seus treinamentos e sua preparação física? 

“Faço um treino físico bem intenso quando estou no Rj com meu preparador Thiago Alves . As ondas aqui não são tão longas , acaba faltando aquele sentimento da perna ‘queimar’. Eu acabo focando bastante na parte física porque tenho hérnia cervical , se fico sem treino físico todas as dores voltam”.

3) Você venceu a etapa de Arica. Qual foi o sentimento?? E o objetivo é competir mais etapas do QS??

” Na verdade foi ‘estranho’. O sentimento foi de passar outra bateria parecia que em 30 minutos estaria competindo um round seguinte . Estava na adrenalina da competição até uns 2 dias depois . Acho que o momento que me emocionei foi quando alguém me disse na praia que só 3 regulars ganharam lá em El Gringo . Andy Irons , Gabriel Villaran e eu. Quase chorei (risos).  Com certeza a meta é competir mais , agora é tentar subir mais no ranking e ver o que consigo fazer dentro do possível . Não tenho NENHUM patrocínio”.

4) Qual o momento mais marcante na sua carreira? 

” Não sei dizer , acredito que dias que consegui surfar meu 100% em condições pesadas são meu maior troféu, mas isso é uma coisa que eu valorizo. Geralmente as pessoas adoram ver competição ou algum tipo de prêmio”.

5) Qual seu sonho no esporte?

“Atualmente explorar 100% do meu potencial e conseguir fazer dinheiro com isso. No surf é a competição o caminho pra conseguir fazer dinheiro. Aceito isso e to dando o gás pra ver se consigo”.

Por João Otávio Vieira

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões