Praia da Joaquina lotada para a estreia das estrelas do Hang Loose Pro Contest 30 Anos

Mais um dia para relembrar o campeonato inesquecível de 1986, com a Praia da Joaquina ficando igualmente lotada com trânsito parado desde a Lagoa da Conceição na quarta-feira e muita gente seguindo a pé para assistir a estreia das principais estrelas do Hang Loose Pro Contest 30 Anos em Florianópolis. O campeão Gabriel Medina centralizou as atenções e não decepcionou a torcida, arriscou os aéreos e surfou boas ondas para vencer a bateria que abriu a segunda fase. E o jovem catarinense Mateus Herdy, vencedor da triagem da Associação de Surf da Joaquina (ASJ), confirmou uma dobradinha brasileira sobre o indonesiano Oney Anwar e o sul-africano Slade Prestwich nas direitas e esquerdas de 3-4 pés na Joaquina.

“É uma sensação incrível ter tanto apoio da torcida aqui. O surfe não para de crescer, agora temos dois campeões mundiais e um monte de surfistas talentosos, então por isso que vem tanta gente prestigiar”, disse Gabriel Medina. “É demais ver tantas pessoas nos assistindo. Eu gosto muito de surfar aqui na Joaquina. Tenho vitórias aqui, na Praia Mole e na Vila (Imbituba), mas o que eu mais gosto é da ‘vibe’ do pessoal aqui. Os fãs são apaixonados pelo esporte e esse campeonato é especial. Meu pai me contou que foi o primeiro campeonato grande no Brasil que trouxe vários nomes de peso, como o Occy (Mark Occhilupo) e o Tom Carroll, então é muito legal fazer parte dessa história”.

O jovem Mateus Herdy, de apenas 16 anos de idade, também ficou impressionado com a enorme torcida que lotou a praia na quarta-feira. “Nunca vi tanta gente em um campeonato aqui na Joaquina. Realmente, o Medina atrai muita gente, porque é claro que todo mundo veio aqui pra ver ele. Para mim, foi uma experiência fenomenal. Toda bateria é difícil, mas quando você está com um campeão mundial, a pressão é muito maior. Então, eu tentei focar no meu surfe e deu tudo certo”.

Se na quarta-feira a praia lotou para ver principalmente Gabriel Medina em ação na Praia da Joaquina, na quinta-feira os dois campeões mundiais vão se apresentar em baterias seguidas. Adriano de Souza mora em Florianópolis e vai fechar a segunda fase no quarto confronto do dia, estreando no Hang Loose Pro Contest 30 Anos contra o taitiano Mihimana Braye, o norte-americano Parker Coffin e o neozelandês Ricardo Christie. E Medina entra na seguinte, abrindo a última rodada de baterias formadas por quatro competidores, junto com outro top do CT, Wiggolly Dantas, o também paulista Thiago Camarão e o australiano Soli Bailey.

RECORDISTA ABSOLUTO

A programação era realizar vinte baterias na quarta-feira, como no primeiro dia. No entanto, as condições do mar estavam boas, com esquerdas e direitas abrindo as paredes para várias manobras na Praia da Joaquina, que foi decidido realizar mais quatro. E logo na primeira delas, o catarinense Yago Dora pegou uma direita da série para executar uma série de batidas e rasgadas e ainda completou um aéreo incrível para ganhar a maior nota na Joaquina, 9,0. Depois, ainda conseguiu um 7,83 para se tornar o recordista absoluto do Hang Loose Pro Contest 30 Anos com 16,83 pontos de 20 possíveis. O potiguar Jadson André da elite do CT passou em segundo, eliminando o taitiano Mateia Hiquily e o australiano Kalani Ball.

“A onda (da nota 9,0) nem parecia muito boa quando entrei nela, mas ela ficou mais vertical no inside e decidi arriscar um aéreo, depois emparedou de novo e conseguir fazer mais umas batidas forte pra finalizar”, contou Yago Dora, que ocupa a 26.a posição no QS e pode entrar no G-10 com um bom resultado no Brasil. “Depois de viajar pelo mundo inteiro durante o ano, não tem nada melhor do que competir em casa, junto com todos os amigos e família. Está todo mundo se divertindo aqui e espero conseguir um bom resultado para subir mais no ranking”.


QUARTA FASE DO HANG LOOSE PRO CONTEST 30 ANOS – baterias já formadas:
—————3.o=25.o lugar (US$ 1.300 e 700 pontos) / 4.o=37.o lugar (US$ 1.200 e 650 pts):
1.a: Gabriel Medina (BRA), Wiggolly Dantas (BRA), Soli Bailey (AUS), Thiago Camarão (BRA)
2.a: Connor O´Leary (AUS), Marco Giorgi (URU), Luan Wood (BRA), Mateus Herdy (BRA)
3.a: Kanoa Igarashi (EUA), Jack Freestone (AUS), Hizunomê Bettero (BRA), Ramzi Boukhiam (MAR),
4.a: Tomas Hermes (BRA), Victor Bernardo (BRA), Willian Cardoso (BRA), Shun Murakami (JPN)
5.a: Alejo Muniz (BRA), Tanner Gudauskas (EUA), Mitch Crews (AUS), Noe Mar McGonagle (CRI)
6.a: Keanu Asing (HAV), Jessé Mendes (BRA), Nomme Mignot (FRA), Griffin Colapinto (EUA)
7.a: Mitch Coleborn (AUS), Hiroto Ohhara (JPN), Luel Felipe (BRA), Tristan Guilbaud (FRA)
8.a: Miguel Pupo (BRA), Ian Gouveia (BRA), Bino Lopes (BRA), Alex Ribeiro (BRA)
9.a: Deivid Silva (BRA), Michael Rodrigues (BRA), Yago Dora (BRA), Thiago Guimarães (BRA)
10.a: Jadson André (BRA), Davey Cathels (AUS), Santiago Muniz (ARG), Charly Quivront (FRA)

TERCEIRO ROUND
1.a: 1-Gabriel Medina (BRA), 2-Mateus Herdy (BRA), 3-Oney Anwar (IDN), 4-Slade Prestwich (AFR)
2.a: 1-Soli Bailey (AUS), 2-Marco Giorgi (URU), 3-Patrick Gudauskas (EUA), 4-Tomas Fernandes (PRT)
3.a: 1-Luan Wood (BRA), 2-Thiago Camarão (BRA), 3-Krystian Kymerson (BRA), 4-Joan Duru (FRA)
4.a: 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Wiggolly Dantas (BRA), 3-Wesley Santos (BRA), 4-Marc Lacomare (FRA)
5.a: 1-Kanoa Igarashi (EUA), 2-Victor Bernardo (BRA), 3-Ronaldo Silveira (BRA), 4-Vicente Romero (ESP)
6.a: 1-Hizunomê Bettero (BRA), 2-Tomas Hermes (BRA), 3-Yage Araujo (BRA), 4-Gabriel Villaran (PER)
7.a: 1-Shun Murakami (JPN), 2-Ramzi Boukhiam (MAR), 3-Kaito Ohashi (JPN), 4-Evan Geiselman (EUA)
8.a: 1-Willian Cardoso (BRA), 2-Jack Freestone (AUS), 3-Messias Felix (BRA), 4-Joshua Moniz (HAV)
9.a: 1-Alejo Muniz (BRA), 2-Nomme Mignot (FRA), 3-Michael February (AFR), 4-Miguel Tudela (PER)
10: 1-Mitch Crews (AUS), 2-Jessé Mendes (BRA), 3-Jacob Willcox (AUS), 4-Nelson Cloarec (FRA)
11: 1-Griffin Colapinto (EUA), 2-Tanner Gudauskas (EUA), 3-Dion Atkinson (AUS), 4-Yuri Gonçalves (BRA)
12: 1-Keanu Asing (HAV), 2-Noe Mar McGonagle (CRI), 3-Lucas Silveira (BRA), 4-Colt Ward (EUA)
13: 1-Hiroto Ohhara (JPN), 2-Miguel Pupo (BRA), 3-Torrey Meister (HAV), 4-Tales Araujo (BRA)
14: 1-Mitch Coleborn (AUS), 2-Ian Gouveia (BRA), 3-Alonso Correa (PER), 4-Jorgann Couzinet (REU)
15: 1-Bino Lopes (BRA), 2-Tristan Guilbaud (FRA), 3-Billy Stairmand (NZL), 4-Flavio Nakagima (BRA)
16: 1-Alex Ribeiro (BRA), 2-Luel Felipe (BRA), 3-Marco Fernandez (BRA), 4-Brett Simpson (EUA)
17: 1-Yago Dora (BRA), 2-Jadson André (BRA), 3-Kalani Ball (AUS), 4-Mateia Hiquily (TAH)
18: 1-Michael Rodrigues (BRA), 2-Charly Quivront (FRA), 3-Dimitri Ouvre (BLM), 4-Paul Cesar Distinguin (FRA)
19: 1-Santiago Muniz (ARG), 2-Deivid Silva (BRA), 3-Vasco Ribeiro (PRT), 4-José Ferreira (PRT)
20: 1-Davey Cathels (AUS), 2-Thiago Guimarães (BRA), 3-Renato Galvão (BRA), 4-Gony Zubizarreta (ESP)
———baterias que vão abrir a quinta-feira:
21: Ryan Callinan (AUS), Heitor Alves (BRA), Tomas Tudela (PER), Juninho Urcia (PER)
22: Ezekiel Lau (HAV), Frederico Morais (PRT), Jean da Silva (BRA), Samuel Pupo (BRA)
23: Maxime Huscenot (FRA), Cooper Chapman (AUS), Gabriel André (BRA), Shane Campbell (AUS)
24: Adriano de Souza (BRA), Mihimana Braye (TAH), Parker Coffin (EUA), Ricardo Christie (NZL)

SEGUNDA FASE
———baterias que abriram a quarta-feira:
21: 1-Tomas Tudela (PER), 2-Jean da Silva (BRA), 3-Medi Veminardi (REU), 4-Wesley Leite (BRA)
22: 1-Samuel Pupo (BRA), 2-Juninho Urcia (PER), 3-Lucas Vicente (BRA), 4-Pedro Nogueira (BRA)
23: 1-Gabriel André (BRA), 2-Parker Coffin (EUA), 3-Andy Criere (FRA), 4-Cam Richards (EUA)
24: 1-Ricardo Christie (NZL), 2-Shane Campbell (AUS), 3-Halley Batista (BRA), 4-Julio Terres (BRA)

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões