Ataque de tubarão causa adiamento das finais do Maui PRO

Prevista para esta terça-feira, a final do Maui Pro precisou ser adiada após registro de um ataque de tubarão em Honolua Bay, “pico” onde acontece justamente a competição feminina. Erik Logan, CEO da Liga Mundial de Surfe, foi quem fez o anúncio durante a transmissão das triagens da competição masculina, que acontece em outra ilha, Oahu. Com isso, a competição está indefinidamente em espera e há possibilidade de cancelamento. 

Segundo informou o jornalista Wendy Osher, do noticiário “Maui Now”, o ataque aconteceu por volta das 7h45min (14h45min, horário de Brasília), quase duas horas antes do início das finais femininas. Ainda conforme Wendy Osher, a vítima foi um surfista do sexo masculino, que, portanto, não fazia parte do evento oficial e foi rapidamente socorrido com vida e encaminhado a um hospital próximo pelas equipes contratadas pela WSL para fazer a segurança da competição. 

Informações preliminares de outro site de notícias americano, “Hawaii New Nows”, apontam ainda que o surfista tinha entre 50 e 60 anos, sofreu ferimentos do lado esquerdo, nas extremidades inferiores, e precisou passar por cirurgia. Segundo o portal, o Departamento de Terras e Recursos Naturais da região disse que sinais de alerta para tubarões foram colocados na baía de Honolua e permanecerão pelo menos até 12h (19h de Brasília) desta quarta-feira. 

Fotos impressionantes da prancha do surfista atacado também estão circulando nesses portais e no perfil de redes sociais de jornalistas locais. Uma trena aponta que a mordida do tubarão na prancha teria alcançado quase 17 polegadas, mais de 40 centímetros.

Vale lembrar que a primeira etapa da temporada 2021, após cancelamento do tour 2020 por conta da pandemia do coronavírus, iniciou nesta segunda-feira e foi interrompida por conta da falta de luminosidade já na última bateria das quartas de final, justamente, quando Tati Weston-Webb cairia na água. Com isso, a previsão era retomar o evento com o confronto entre a brasileira e a americana Sage Erickson e, na sequência, terminar com as semifinais e a final. 

– Fiquem orando – pediu Tati em sua conta do Instagram. 

Sage Erickson também postou sobre o ataque: 

– Corações apertados esta manhã, enquanto estávamos treinando esta manhã, um homem foi atacado por um tubarão. Traumatizante. Orações e paz – disse a americana.

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões