Campeã pan-americana de SUP, Lena Ribeiro estrela série gravada no Pantanal

Campeã de Stand Up Paddle (SUP) Race Feminino nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, Lena Ribeiro protagoniza a série “Guató: uma remada no tempo”, gravada no Pantanal. Ao lado do técnico, Américo Ribeiro, com quem é casada, Lena foi ao encontro dos índios Guató, que sempre se locomoveram remando em pé numa canoa de madeira, numa espécie de SUP primitivo. Dois oito povos indígenas originários do Pantanal, apenas os Guató ainda estão aldeados por lá. 

Dirigida por Rico Faissol, a série começou a tomar forma quando  Américo, ao voltar de uma viagem ao Pantanal, contou ter visto um remo de madeira tão grande que só poderia servir para remar em pé. A partir daí, Rico passou meses pesquisando sobre os Guató e produzindo a série. Em 2019, Lena e Américo ficaram por 15 dias no Pantanal. Enfrentaram frio, correntezas, tiveram que aprender a se locomover na canoa dos indígenas, ensinaram a remar em suas pranchas e descobriram uma parte da história do Brasil pouco conhecida. 

A série mostra ainda os dois desbravando uma área do Pantanal, que hoje foi destruída pelo fogo. Eles foram até a Serra do Amolar, que está queimando. Os Guató vivem na Ilha Ínsua, que fica no maciço do Amolar. 

O programa, que inicialmente teria 6 episódios, vai ter 8 e estreia dia 23, às 21h30, no OFF. O Rico Faissol é um dos diretores mais experientes do canal, estreou na emissora em 2011, quando o OFF entrou no ar. Ele é responsável também pelo programa “A Vida que eu queria”. 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões