Kelly Slater apoia decisão da WSL e alfineta alguns atletas

Em entrevista concedida à ABC Australia, Kelly Slater comentou sobre o cancelamento do Margaret River Pro.

“Eu apoio a decisão da WSL. Só posso falar por mim. Se eu estivesse lá, eu escolheria surfar. Porém, há um mês, havia 100 baleias encalhadas a 20 minutos ao sul de Margaret, o que eu tenho certeza que vai atrair mais tubarões à região nos próximos meses e anos. Então, talvez os dois incidentes com tubarões no outro dia tenham sido apenas um precursor de um problema maior que eles podem enfrentar no oeste em um futuro próximo. Espero que não, mas vamos ver”, disse ele.

Slater também comentou as declarações de alguns surfistas que pediram o cancelamento da etapa.

“Existem algumas teorias de quem queria e não queria surfar, e o impacto que isso iria causar no ranking. As vozes que mais se levantaram contra a realização da prova não têm um histórico brilhante em Margaret River, portanto, podemos refletir se a verdadeira causa foi efetivamente o medo de surfar”, finalizou.

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões