Campeões mundiais comandam o show no domingo do Boost Mobile Gold Coast Pro

  • Kelly Slater surfa um tubo e ganha a primeira nota excelente do dia
  • Stephanie Gilmore faz a maior somatória do WSL Challenger Series
  • Cinco surfistas do Brasil e uma do Peru passam para a segunda fase
  • Transmissão ao vivo da Austrália pelo WorldSurfLeague.com 

Os campeões mundiais estrearam no Boost Mobile Gold Coast Pro no domingo e comandaram o show nas longas e perfeitas direitas de 3-4 pés em Snapper Rocks. Kelly Slater ganhou a primeira nota alta do dia – 8,0 – numa onda iniciada com um belo tubo. Foram realizadas mais 19 baterias, as 6 últimas da primeira fase masculina e 13 da feminina, quando saíram mais 14 notas no critério excelente do julgamento, de 8,00 para cima.

Na última do dia, Stephanie Gilmore registrou um novo recorde de pontos na história do World Surf League Challenger Series (CS), 18,77 somando notas 9,77 e 9,00. Restaram três baterias para fechar a primeira fase feminina, que ficaram para abrir a segunda-feira na Austrália, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

Cinco surfistas do Brasil e uma do Peru se classificaram no domingo. Alejo Muniz e Matheus Navarro estrearam com vitórias no Boost Mobile Gold Coast Pro e Alex RibeiroLucas Silveira e Tatiana Weston-Webb, passaram em segundo lugar nas suas baterias. A peruana Arena Rodriguez Vargas foi a outra única sul-americana a avançar para a segunda fase, igualmente em segundo lugar na sua primeira vez competindo na Austrália.

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões