Oito brasileiros vão disputar as oitavas de final do Haleiwa Challenger no Havaí

  • Cinco se classificaram no retorno da competição na segunda-feira 
  • João Chianca defende vaga na lista dos 12 que sobem para o CT
  • Samuel Pupo, Thiago Camarão e Alex Ribeiro estão perto do G-12
  • Wiggolly Dantas, Jessé Mendes e Caio Ibelli também estão na briga

Após um fim de semana de folga por falta de boas ondas, um novo swell chegou na segunda-feira com séries de 4-6 pés para o segundo dia de competição no Michelob ULTRA Pure Gold Haleiwa Challenger no Havaí. Foram disputadas a primeira fase feminina e as oito baterias restantes da segunda fase masculina, com cinco brasileiros passando suas baterias. Eles se juntaram aos três que já tinham se classificado para as oitavas de final do evento que fecha a lista dos doze indicados pelo ranking do Challenger Series, para a elite do WSL Championship Tour 2022. A batalha prossegue nesta terça-feira, com a primeira chamada marcada para as 7h30 no Havaí, 14h30 no Brasil, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

A segunda-feira começou com o peruano Alonso Correa sendo eliminado junto com outro concorrente pelas últimas vagas, o americano Cole Houshmand. Já a segunda bateria deu dobradinha brasileira de Alex RibeiroWiggolly Dantas, sobre o americano Kade Matson e o havaiano Imaikalani Devault, que ocupava a quarta posição no ranking do Challenger Series. Com a classificação, Alex Ribeiro saltou do 32.o para o 21.o lugar, empatado com Thiago Camarão. Os dois e Samuel Pupo, que acabou saindo do G-12 na segunda-feira, são os brasileiros que estão mais próximos da zona de classificação para o CT 2022. 

Outros classificados são Deivid Silva já ganrantido no CT ano que vem, e Caio IbelliWiggolly e Jessé Mendes que tentam retornar a elite e a condição mínima para isso é chegar nas semifinais em Haleiwa.

INÍCIO DO FEMININO – Depois de fechar a segunda fase masculina, foi realizada a primeira fase feminina do Michelob ULTRA Pure Gold Haleiwa Challenger. Duas surfistas da América do Sul estrearam na segunda-feira. A brasileira Summer Macedo competiu na última do dia e a havaiana Bettylou Sakura Johnson fez os recordes femininos em Haleiwa.

Ela igualou a nota 7,83 da japonesa e somou um 8,77 para vencer por 16,60 pontos. Summer avançou em segundo com 11,30, contra 10,27 da australiana Sophie McCulloch e 6,93 da espanhola Janire Gonzalez Etxabarri.

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões