Sophia Medina tenta o inédito tri no Rip Curl Grom Search 2020

Tradicionalmente realizado no verão, com praia cheia e abrindo a temporada, o Rip Curl Grom Search inicia a sua 21ª edição consecutiva neste sábado (25), em Garopaba, Santa Catarina. Pelo segundo ano seguido a Praia da Ferrugem é o “palco” da primeira etapa do Circuito, reunindo grandes nomes da nova geração, com até 16 anos de idade, e tem previsão de ondas grandes.

Com transmissão ao vivo pela internet, no link www.ripcurl.com.br/grom-search-2020, a competição terá dois dias, com 120 participantes de nove estados, divididos em quatro categorias – a mirim e a feminina (com limite de 16 anos), a iniciante (no máximo 14 anos) e a grommet (12 anos para baixo). Uma das grandes atrações será a paulista Sophia Medina, que depois de ser a mais jovem campeã da categoria, com apenas 12 anos, agora tenta outro recorde.

Ela pode festejar o inédito tricampeonato entre as meninas, para seguir fazendo história no evento, assim como foi com o seu irmão, Gabriel Medina, o primeiro brasileiro a faturar o título na final internacional, em 2010, na Austrália. A atual bicampeã, inclusive, defenderá o Brasil em ondas australianas esse ano, classificada para a final mundial do Rip Curl Grom Search, pelo título de 2019. 

No Brasil, só outras duas atletas chegaram ao bicampeonato até hoje – Bruna Schmitz, em 2004 e 2005, e Kayane Reis, em 2013 e 2014. “Eu tenho treinado bastante e vou com tudo para tentar esse tri. A onda da Praia da Ferrugem é muito boa, que eu amo e vou dar meu máximo”, afirma a atleta, local da Praia de Maresias, em São Sebastião.

“Esse título é muito importante. O nível é alto e o Circuito garante a vaga internacional, uma grande motivação. Sem dúvida é um dos campeonatos amadores mais importantes do Brasil e do Mundo”, diz Sophia, que está com 14 anos, chega no litoral catarinense como a atual campeã brasileira sub16 e também já pensa na disputa do título internacional, em abril, na Austrália. “Estou muito empolgada, meu irmão já ergueu esse troféu e estou muito feliz de ter essa oportunidade”, comenta.

Além dela, atletas de ponta estão garantidos na disputa. Na feminina, a grande rival será Pamella Mel, que compete em casa e foi a vencedora dessa etapa em 2019. Na mirim, o paulista Caio Costa é o atual campeão e tem como bons adversários os catarinenses Heitor Mueller, vitorioso na Ferrugem ano passado, e Léo Casal, também Sunny Pires, do Rio de Janeiro, e Yuri Barros, da Paraíba. Na iniciante, o paulista Murillo Coura aparece como cotado, ao lado do paranaense Lukas Camargo, campeão grommet 2019. Já entre os caçulas, o carioca Nathan Hereda e os paulistas Kailani Rennó e Kalani Robles estão os principais destaques. 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões