Medina estreia com vitória no Oi Hang Loose Pro Contest

O segundo dia do Oi Hang Loose Pro Contest, QS 6.000 em Fernando de Noronha (PE), foi bastante agitado. Em sua estreia na competição, o bicampeão mundial Gabriel Medina não decepcionou os fãs na manhã desta quarta-feira (20), no segundo dia de disputas do evento, e deu um show na Praia da Cacimba do Padre, garantindo a vitória em sua primeira bateria após o título no Havaí.

Ele avançou somando 15.86 pontos, de 20 possíveis, com direito a uma nota 8.33.  Em segundo lugar ficou o ídolo local, Patrick Tamberg, para a alegria da torcida na praia. O costa-riquenho Tomas King ficou em terceiro e a jovem revelação Mateus Sena, em quarto. Medina não começou bem, mas depois se posicionou longe dos rivais e virou o resultado com folga.

“O mar está bem difícil. No começo eu não estava me achando, o coração ficou um pouco acelerado, fui para o cantinho (junto ao Morro Dois Irmãos) e consegui pegar umas boas ondas. Vim para ganhar. Claro que estou começando a competir agora, estava meio sem surfar, tenho treinado mais na academia, mas é bom ter essa rotina de competição, de surfar. Faz eu voltar um pouco antes, acordar antes para as competições”, falou Medina. “Quero agradecer a todos pelo carinho. Estou muito feliz de estar aqui em Noronha de novo. Há muito tempo que não tínhamos essa etapa. Espero representar ainda melhor a gente nos próximos rounds e, se Deus quiser, chegar nessa final”, disse Medina.

Agora, Gabriel Medina volta para o terceiro round numa bateria de altíssimo nível técnico, enfrentando o norte-americano Nat Young, que já esteve no CT, o atual campeão mundial pro júnior, Mateus Herdy, e Ian Gouveia, outro brasileiro que também já disputou a elite mundial.

MELHOR ONDA DO DIA

Neste segundo dia de disputas, o campeonato chegou a ser paralisado por mais de uma hora, pelas condições do mar, numa decisão acertada do diretor de prova, Fábio Gouveia. Na volta, com as ondas bem melhores, Jessé Mendes, outro brasileiro que está entre os melhores do mundo, garantiu a maior nota do dia, um 9.00, com um tubo, para terminar o placar com 15.00 pontos. Jadson André, que este ano retorna ao CT, também avançou ao round três.

Já o australiano Jack Robinson, atual líder do ranking QS 2019, não passou da estreia, terminando na 49ª posição. O mesmo aconteceu com o vice-líder, o norte-americano Eithan Osborne, ficando na mesma colocação. A competição segue nesta quinta-feira e tem janela até domingo, distribuindo US$ 130 mil em premiação, sendo US$ 25 mil ao vencedor.

Uma nova chamada acontece nesta quinta-feira (21), às 7 horas (de Brasília).

Foto: Caique Silva

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões