Brasileiros comandam o show do segundo dia no Mundial de Surfe Adaptado

O Brasil segue com 100% de aproveitamento no Stance ISA World Adaptive Surfing Championship, o Mundial de Surfe Adaptado que acontece em La Jolla (EUA). Dez das doze categorias em jogo entraram na água na última quinta em um longo dia de competição.

Medalhista de ouro em 2016, o brasileiro Davi Teixeira foi um dos destaques em ondas de meio metro na Califórnia. Davizinho abriu os trabalhos do dia pela categoria AS-5 e avançou em primeiro, vencendo o francês Katell Michler (2º) e o japonês Tomoki Fujiwara (3º).

Na disputa para deficientes visuais, o brasileiro Figue Diel anotou 8.60, o maior somatório da categoria, na vitória sobre o canadense Ling Pai e o italiano Mateo Facchini ainda pela primeira fase. Pela AS-1, os catarinenses Jonathan Borba e Robson Gasperi comandaram o show e venceram novamente em suas respectivas baterias, carimbando o passaporte para a terceira fase.

Fellipe “Kizu” Lima pela AS-3 também garantiu vaga em primeiro lugar com 12.16 na vitória sobre o havaiano Meira Duarte Va’a (5.43), o chileno Elias Valencia (2.17) e o inglês Spike Kane (1.76) no round 1. Na AS-4, Carlos Kill garantiu o Brasil na segunda fase ao ficar em segundo na bateria vencida pelo alemão Johannes Laing.

Entre as mulheres, as representantes brasileiras Monique Oliveira, na AS-5, e Caroline Vitória, na AS-1, também seguiram adiante em suas categorias. Uma nova chamada acontece nesta sexta-feira (14), às 13 horas (de Brasília). Fiquem ligados!!

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões