Sete brasileiros seguem na briga pelo título da Vans World Cup

A Vans World Cup teve sequência neste sábado, em Sunset Beach no Havaí. Em ondas de até 2,5 metros de face, os brasileiros Jadson André, Filipe Toledo, Italo Ferreira, Peterson Crisanto, Miguel Pupo, Jessé Mendes e Weslley Dantas seguiram adiante no último QS 10000 da temporada.

Jadson garantiu a classificação no último minuto da bateria vencida pelo australiano Wade Carmichael e segue defendendo sua vaga no G-10 do Qualifying Series. Outros que buscam a classificação e seguiram adiante foram Jessé Mendes e Miguel Pupo. Jessé chegou a perder a vaga provisória no G-10 para Soli Bailey, mas recuperou a posição ao avançar às oitavas.

ENTRANDO NO G-10

A segunda bateria do dia também foi intensa e só definida no final. O americano Griffin Colapinto já garantido no CT, destruiu as direitas de Sunset Beach e ninguém conseguiu ultrapassar os 16,37 pontos que ele atingiu em suas duas melhores ondas. A briga pelo segundo lugar ficou entre dois concorrentes pelas últimas vagas para 2019, que já tirariam Jessé Mendes da lista se passassem. O californiano Patrick Gudauskas chegou em Sunset Beach na porta de entrada do G-10, mas o australiano Soli Bailey acabou com a chance dele se manter no CT pelo QS, podendo sair da elite um ano depois de tanto tempo para retornar.

Jessé só competiu no fim do dia, na 14.a bateria, mais uma super disputada e com dois brasileiros dentro d´agua. O havaiano Ezekiel Lau pegou as melhores ondas que entraram e atacou forte para vencer por 15,87 pontos, somando uma nota 8,87. Jessé Mendes também achou uma boa para fazer três manobras com pressão e receber 7,50 que decidiu o segundo lugar. Já o baiano Bino Lopes ficou em último e adiou o sonho do CT, enquanto Jessé voltou ao G-10 deixando dois abaixo dele na lista. Quem acabou saindo definitivamente foi o francês Jorgann Couzinet, com o australiano Soli Bailey ficando no lugar dele.

OITAVAS DE FINAL DA VANS WORLD CUP QS 10000:

1.Wade Carmichael (AUS), Griffin Colapinto (EUA), Joel Parkinson (AUS), Leonardo Fioravanti (ITA)

2.Sebastian Zietz (HAV), Jadson André (BRA), Soli Bailey (AUS), Jack Robinson (AUS)

3. Filipe Toledo (BRA), Joan Duru (FRA), Ryan Callinan (AUS), Jack Freestone (AUS)

4. Owen Wright (AUS), Matthew McGillivray (AFR), Carlos Munoz (CRI), Alonso Correa (PER)

5. Italo Ferreira (BRA), Peterson Crisanto (BRA), Miguel Pupo (BRA), Vasco Ribeiro (PRT)

6. Tanner Gudauskas (EUA), Matt Banting (AUS), Beyrick De Vries (AFR), Kyuss King (AUS)

7. Jordy Smith (AFR), Ezekiel Lau (HAV), Ricardo Christie (NZL), Maxime Huscenot (FRA)

8. Michel Bourez (TAH), Jessé Mendes (BRA), Connor O´Leary (AUS), Weslley Dantas (BRA)

 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões