Tudo o que rolou no segundo dia da Vans World Cup

Depois de dois parado para a realização do Jaws Challenge WSL Big Wave Tour também na ilha de Oahu, a Vans World Cup retornou na quarta-feira, reabrindo a batalha final do WSL Qualifying Series 2018 no Havaí. Na segunda fase disputada em boas ondas de 6-8 pés em Sunset Beach, entraram alguns concorrentes pelas últimas vagas na lista dos dez que se classificam para a elite dos top-34 da World Surf League. Entre eles, seis brasileiros, com Alejo Muniz, Miguel Pupo e Bino Lopes seguindo na briga, mas para Mateus Herdy, Alex Ribeiro e Thiago Camarão, o sonho do CT em 2019 acabou na estreia deles no QS 10000 de Sunset Beach.

Onze brasileiros competiram na quarta-feira e sete passaram para disputar classificação para as oitavas de final, contra os cabeças de chave da terceira fase, com o peruano Alonso Correa completando a participação sul-americana ganhando sua bateria. Além de Alejo, Pupo e Bino, Lucas Silveira conseguiu a primeira vitória brasileira, Caio Ibelli fez uma das melhores ondas do dia, Jeronimo Vargas passou em segundo com Miguel, como Weslley Dantas na bateria que Mateus Herdy perdeu a chance de entrar no CT esse ano, mas é muito jovem ainda e está só iniciando a carreira no Circuito Mundial.

Na terceira fase, o Brasil ganha os reforços de Jadson André, Deivid Silva, William Cardoso, Filipe Toledo, Italo Ferreira, Yago Dora, Tomas Hermes, Peterson Crisanto, Jessé Mendes e Ian Gouveia.

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões