John John Florence conquista o bicampeonato mundial

O havaiano John John Florence conquistou o seu segundo título mundial. A taça foi garantida depois da derrota do brasileiro Gabriel Medina para o francês Jeremy Flores nas quartas de final do Billabong Pipe Masters. Medina precisava vencer a etapa e torcer para John John cair antes da decisão, mas acabou tropeçando diante do francês, que já havia superado o brasileiro na quarta fase.

Jeremy ainda carimbou a faixa do havaiano na final, para conquistar sua segunda coroa de campeão do Billabong Pipe Masters em memória a Andy Irons. Depois de festejar o título com a torcida que lotou a praia na segunda-feira, John John venceu sua última bateria na semifinal com o pernambucano Ian Gouveia, que ficou em terceiro lugar em sua primeira participação no Pipe Masters. Ele não conseguiu garantir sua vaga na elite, mas será o primeiro substituto dos top-34 no ano que vem, por ter terminado em 23.o lugar no ranking final do World Surf League Championship Tour 2017.

Com a derrota de Medina, dois brasileiros ainda tinham objetivos a atingir no Pipe Masters. Se chegasse na grande final, o potiguar Italo Ferreira tiraria o título de campeão da Tríplice Coroa Havaiana do norte-americano Griffin Colapinto, uma das novidades entre os top-34 do CT 2018. Italo entrou na bateria seguinte e a condição do mar ainda estava ruim, então arriscou até os aéreos e liderou o confronto até Kanoa Igarashi achar um tubo nota 7,67 para vencer por 9,57 a 8,67. Com isso, garantiu o título da Tríplice Coroa para o seu compatriota.

CLASSIFICADOS

Além de John John Florence e Jeremy Flores, outros surfistas festejaram conquistas no último dia do World Surf League Championship Tour 2017. O norte-americano Griffin Colapinto ficou com o título da Tríplice Coroa Havaiana e o australiano Connor O´Leary com o prêmio de “Rookie of the Year”, o melhor estreante da temporada. Outro que também comemorou foi o norte-americano Patrick Gudauskas, que vai retornar a elite no ano que vem porque o potiguar Italo Ferreira entrou no grupo dos 22 primeiros do ranking que são mantidos no CT e dispensou sua vaga no G-10 do QS para o californiano.

Como o pernambucano Ian Gouveia não conseguiu ingressar nos top-22, a “seleção brasileira” terá dez surfistas disputando o título mundial em 2018, um a mais do que nesse ano. Os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza, Filipe Toledo, Caio Ibelli e Italo Ferreira, foram os que permaneceram na elite e cinco novidades se classificaram pelo QS, o paulista Jessé Mendes, os catarinenses Tomas Hermes, Yago Dora, Willian Cardoso e o cearense Michael Rodrigues.

 


RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO BILLABONG PIPE MASTERS:

Campeão: Jeremy Flores (FRA) por 16,23 pontos (8,33+7,90) – US$ 100.000 e 10.000 pontos

Vice-campeão: John John Florence (HAV) com 16,16 (8,93+7,23) – US$ 50.000 e 8.000 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 6.500 pontos e US$ 25.000 de prêmio:

1.a: John John Florence (HAV) 12.56 x 12.33 Ian Gouveia (BRA)

2.a: Jeremy Flores (FRA) 12.20 x 11.33 Kanoa Igarashi (EUA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 16.500 de prêmio:

1.a: Ian Gouveia (BRA) 9.70 x 8.40 Joel Parkinson (AUS)

2.a: John John Florence (HAV) 17.60 x 2.64 Julian Wilson (AUS)

3.a: Jeremy Flores (FRA) 12.76 x 6.04 Gabriel Medina (BRA)

4.a: Kanoa Igarashi (EUA) 9.57 x 8.67 Italo Ferreira (BRA)

 

TOP-22 DO JEEP WSL LEADERBOARD – Ranking Final das 11 etapas de 2017 com 2 descartes:

Bicampeão: John John Florence (HAV) – 59.600 pontos

02: Gabriel Medina (BRA) – 53.700

03: Julian Wilson (AUS) – 48.650

04: Jordy Smith (AFR) – 47.600

05: Matt Wilkinson (AUS) – 40.700

06: Owen Wright (AUS) – 39.850

07: Kolohe Andino (EUA) – 37.250

08: Adriano de Souza (BRA) – 36.600

09: Joel Parkinson (AUS) – 36.550

10: Filipe Toledo (BRA) – 35.450

11: Sebastian Zietz (HAV) – 34.450

12: Mick Fanning (AUS) – 33.000

13: Connor O´Leary (AUS) – 29.950

14: Frederico Morais (PRT) – 29.900

15: Jeremy Flores (FRA) – 29.700

16: Adrian Buchan (AUS) – 27.750

17: Kanoa Igarashi (EUA) – 27.200

18: Caio Ibelli (BRA) – 25.250

19: Michel Bourez (TAH) – 24.950

20: Conner Coffin (EUA) – 24.500

21: Joan Duru (FRA) – 23.400

22: Italo Ferreira (BRA) – 22.400

———–outros brasileiros:

23: Ian Gouveia (PE) – 20.250 pontos

25: Miguel Pupo (SP) – 20.150

26: Wiggolly Dantas (SP) – 18.700

32: Jadson André (RN) – 11.750

36: Yago Dora (SC) – 7.000

38: Jessé Mendes (SP) – 2.250

44: Bino Lopes (BA) – 1.000

45: Samuel Pupo (SP) – 500

LISTA DOS DEZ INDICADOS PELO QS PARA O CT 2018:

1.o: Griffin Colapinto (EUA) – 26.900 pontos

2.o: Jessé Mendes (BRA) – 25.400

X-3: Kanoa Igarashi (EUA) – 23.030 e top-22 do CT

4.o: Wade Carmichael (AUS) – 21.400

5.o: Tomas Hermes (BRA) – 20.880

6.o: Yago Dora (BRA) – 20.450

X-7: Italo Ferreira (BRA) – 20.360 e top-22 do CT

8.o: Willian Cardoso (BRA) – 19.000

9.o: Keanu Asing (HAV) – 16.950

10.o: Ezekiel Lau (HAV) – 16.750

11.o: Michael Rodrigues (BRA) – 16.550

X-12: Filipe Toledo (BRA) – 16.500 e top-22 do CT

13.o: Patrick Gudauskas (EUA) – 16.400

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões