Hang Loose São Sebastião Pro começa com boas ondas na Praia de Maresias

Uma quinta-feira de Sol com boas ondas de 3-5 pés e praia cheia em Maresias, abriu o Hang Loose São Sebastião Pro, com setenta surfistas competindo nas 24 baterias realizadas no primeiro dia em São Sebastião. Mais 48 vão estrear na sexta-feira, incluindo os 32 principais cabeças de chave da terceira fase, como os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza e os outros cinco tops da “seleção brasileira” do CT, que estão prestigiando a etapa do QS 3000 que fecha o calendário da WSL South America neste feriadão prolongado na praia mais badalada do litoral norte de São Paulo. Na sexta-feira, o dia começa às 8h00 com a nona bateria da segunda fase e a terceira está prevista para ser iniciada às 10h40 em São Sebastião.

Os surfistas que tiveram o melhor desempenho no primeiro dia do Hang Loose São Sebastião Pro foram o paraibano José Francisco, o Fininho, o catarinense Matheus Navarro e o paulista Weslley Dantas. O primeiro a se destacar foi José Francisco, que surfou o primeiro tubo do campeonato na sétima bateria do dia na Praia de Maresias. Ele recebeu nota 8,0 nessa onda e depois surfou outra boa que valeu 7,67 para totalizar imbatíveis 15,67 pontos.

O paraibano competiu de novo na quinta-feira, porém não conseguiu mostrar os seus aéreos e nem achou nenhum outro tubo como na sua estreia, sendo eliminado no penúltimo confronto do dia. Nesta segunda fase, quem chegou mais perto do seu recorde foi o paulista Weslley Dantas, irmão mais jovem do top do CT, Wiggolly Dantas. Weslley atacou as direitas e esquerdas de Maresias com manobras explosivas levantando grandes leques de água, para arrancar notas 7,23 e 8,33 em duas ondas seguidas e atingir 15,56 pontos. O também ubatubense Renato Galvão, bicampeão brasileiro, passou junto com ele para a terceira fase.

MAIOR NOTA

O outro destaque do primeiro dia foi o catarinense Matheus Navarro, que, na 12.a bateria da primeira fase, ganhou nota 8,43 numa onda detonada por uma série de manobras potentes de backside. Foi a maior do dia, superando o 8,33 de Renan Argemiro na bateria que abriu o Hang Loose São Sebastião Pro. Junto com Matheus, se classificou o primeiro estrangeiro a competir na Praia de Maresias, o chileno Cristobal Montecinos.

ESTRELAS DO CT

Na sexta-feira também estreiam as principais estrelas do QS 3000 de São Sebastião. O primeiro top do CT já se apresenta na abertura da terceira fase, prevista para iniciar as 10h40 na Praia de Maresias, o potiguar Italo Ferreira. Depois, tem o pernambucano Ian Gouveia na quarta e na oitava está a grande atração, Gabriel Medina, que vai competir com um dos participantes do Instituto Gabriel Medina, Leonardo Barcelos, vencedor da bateria que fechou a quinta-feira. Os outros adversários de Medina são o também paulista Luciano Brulher e o catarinense Icaro Rochi, um dos convidados do Hang Loose São Sebastião Pro.

Logo após a estreia de Gabriel Medina, entra no mar o paulista Wiggolly Dantas na nona bateria. Na 11.a, continua o desfile dos tops da elite mundial da World Surf League com o potiguar Jadson André, vice-campeão do Hang Loose Pro Contest 30 Anos no ano passado na Praia da Joaquina, em Florianópolis (SC). Depois, tem Miguel Pupo, que venceu o último QS em Maresias em 2015, na 13.a e na 16.a estreia o campeão mundial Adriano de Souza.


RESULTADOS DA QUINTA-FEIRA NO HANG LOOSE SÃO SEBASTIÃO PRO:

PRIMEIRA FASE – 3.o=97.o lugar com 60 pontos e 4.o=113.o lugar com 45 pontos:

1.a: 1-Renan Argemiro (BRA), 2-Neto Moura (BRA), 3-Gustavo Ribeiro (BRA), 4-Michel Roque (BRA)

2.a: 1-Douglas Silva (BRA), 2-Jackson Santos (BRA), w.o-Heitor Alves (BRA)

3.a: 1-Franklin Serpa (BRA), 2-Caetano Vargas (BRA), 3-Arthur Cerqueira (BRA)

4.a: 1-Tamaê Bettero (BRA), 2-Kim Matheus Marcondes (BRA), 3-Ihgor Santana (BRA)

5.a: 1-Pedro Silva (BRA), 2-Guilherme Villas Boas (BRA), 3-Herbert Moreno (BRA), 4-Douglas Noronha (BRA)

6.a: 1-Renato Galvão (BRA), 2-Alessandro Dias (BRA), 3-Tales Araujo (BRA)

7.a: 1-José Francisco (BRA), 2-Artur Silva (BRA), 3-Odacir Nonato (BRA)

8.a: 1-Leonardo Barcelos (BRA), 2-Luciano Brulher (BRA), 3-Bruno de Andrade Maia (BRA), 4-Yan Sondahl (BRA)

9.a: 1-Diego Aguiar (BRA), 2-Junior Lagosta (BRA), 3-Airton Dylan (BRA), 4-Pedro Nogueira (BRA)

10: 1-Alan Donato (BRA), 2-Guilherme Marques (BRA), 3-Charlie Brown (BRA)

11: 1-Alex Lima (BRA), 2-Wesley Santos (BRA), 3-Fernando Junior (BRA)

12: 1-Matheus Navarro (BRA), 2-Cristobal Montecinos (CHL), 3-Pedro Cordeiro (BRA), 4-Alex Siqueira (BRA)

13: 1-Geovane Ferreira (BRA), 2-Daniel Adisaka (BRA), 3-Brayner Silva (BRA)

14: 1-Deyvson Santos (BRA), 2-Gabriel Adisaka (BRA), 3-Lysandro Leandro (BRA), 4-Renan Hanada (BRA)

15: 1-Samuel Igo (BRA), 2-Pericles Dimitri (BRA), 3-Gustavo Dvorquez (CHL)

16: 1-Amando Lins (BRA), 2-Nathan Kawani (BRA), 3-Diego Meinha (BRA), 4-Pedro Mendes (BRA)

SEGUNDA FASE – 3.o=65.o lugar com 210 pontos e 4.o-81.o lugar com 180 pontos:

1.a: 1-Yagê Araujo (BRA), 2-Roberto Araki (CHL), 3-Jackson Santos (BRA), 4-Renan Argemiro (BRA)

2.a: 1-Douglas Silva (BRA), 2-Kei Kobayashi (EUA), 3-Neto Moura (BRA), 4-Tomas Lopez Moreno (ARG)

3.a: 1-Robson Santos (BRA), 2-Kim Matheus Marcondes (BRA), 3-Franklin Serpa (BRA), 4-Lucas Vicente (BRA)

4.a: 1-Caetano Vargas (BRA), 2-Tamaê Bettero (BRA), 3-Guillermo Satt (CHL), 4-Juninho Urcia (PER)

5.a: 1-João Chianca (BRA), 2-Jihad Khodr (BRA), 3-Alessandro Dias (BRA), 4-Pedro Silva (BRA)

6.a: 1-Weslley Dantas (BRA), 2-Renato Galvão (BRA), 3-Guilherme Villas Boas (BRA), 4-Leonardo Berbet (BRA)

7.a: 1-Victor Mendes (BRA), 2-Luciano Brulher (BRA), 3-Luis Perloiro (PRT), 4-José Francisco (BRA)

8.a: 1-Leonardo Barcellos (BRA), 2-Wesley Leite (BRA), 3-Renan Peres (BRA), 4-Artur Silva (BRA)

———baterias que vão abrir a sexta-feira:

9.a: Facundo Arreyes (ARG), Gustavo Ramos (BRA), Diego Aguiar (BRA), Guilherme Marques (BRA)

10: Gabriel Farias (BRA), Nate Dorman (EUA), Alan Donato (BRA), Junior Lagosta (BRA)

11: Jean da Silva (BRA), Luan Wood (BRA), Alex Lima (BRA), Cristobal Montecinos (CHL)

12: Yuri Gonçalves (BRA), Pedro Neves (BRA), Matheus Navarro (BRA), Wesley Santos (BRA)

13: Adrian Garcia (PER), Nicolas Vargas (CHL), Geovane Ferreira (BRA), Gabriel Adisaka (BRA)

14: Samuel Pupo (BRA), Igor Moraes (BRA), Deyvson Santos (BRA), Daniel Adisaka (BRA)

15: Gabriel André (BRA), Luan Carvalho (BRA), Samuel Igo (BRA), Nathan Kawani (BRA)

16: Alonso Correa (PER), José Gundesen (ARG), Amando Lins (BRA), Pericles Dimitri (BRA)

TERCEIRA FASE – entrada dos 32 cabeças de chave mais bem colocados no ranking mundial:

——-3.o=33.o lugar (US$ 550 e 360 pontos) e 4.o=49.o lugar (US$ 450 e 330 pontos)

1.a: Italo Ferreira (BRA), Marcos Correa (BRA), Yagê Araujo (BRA), Kei Kobayashi (EUA)

2.a: Alejo Muniz (BRA), Victor Bernardo (BRA), Douglas Silva (BRA), Roberto Araki (CHL)

3.a: Michael Rodrigues (BRA), Hizunomê Bettero (BRA), Robson Santos (BRA), Tamaê Bettero (BRA)

4.a: Ian Gouveia (BRA), Lucca Mesinas (PER), Caetano Vargas (BRA), Kim Matheus Marcondes (BRA)

5.a: Jessé Mendes (BRA), Luel Felipe (BRA), João Chianca (BRA), Renato Galvão (BRA)

6.a: Yago Dora (BRA), Krystian Kymerson (BRA), Weslley Dantas (BRA), Jihad Khodr (BRA)

7.a: Deivid Silva (BRA), Bino Lopes (BRA), Victor Mendes (BRA), Wesley Leite (BRA)

8.a: Gabriel Medina (BRA), Icaro Ronchi (BRA), Leonardo Barcellos (BRA), Luciano Brulher (BRA)

9.a: Wiggolly Dantas (BRA), Felipe Oliveira (BRA),

10: Flavio Nakagima (BRA), Thiago Camarão (BRA),

11: Jadson André (BRA), Mateus Herdy (BRA),

12: Willian Cardoso (BRA), Marco Fernandez (BRA),

13: Miguel Pupo (BRA), Raoni Monteiro (BRA),

14: Tomas Hermes (BRA), Rafael Teixeira (BRA),

15: Alex Ribeiro (BRA), Peterson Crisanto (BRA),

16: Adriano de Souza (BRA), Thiago Guimarães (BRA),

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões