Talentos locais fazem bonito no segundo dia do Brasileiro de Surf Feminino


Talentos locais, acostumadas a treinar no pico, Camila Cássia e Luana Coutinho fizeram bonito neste sábado (23), no segundo dia do Wiggolly Dantas apresenta Brasileiro de Surf Feminino, na Praia de Itamambuca, em Ubatuba. A competição, que definirá a nova campeã nacional profissional, termina neste domingo (24/9), também conhecendo vencedoras em outras seis categorias. Quem não for à praia, pode acompanhar tudo pela internet, no site da FPSurf.

Além delas, a catarinense Jacqueline Silva, campeã da edição inicial em 2015 e vice no ano passado, e Suelen Naraísa, dona da melhor performance de sexta-feira, avançaram para a semi. “Foi no sufoco”, desabafou Jacque, que conseguiu a virada no finalzinho da bateria, que também teve Suelen e as guarujaenses Juliana Meneghel e Louisie Frumento.

Nas categorias de base, um dos grandes destaques foi a catarinense Rafaela Coelho, atual campeã da sub12 e que está classificada para nada menos que três semifinais, na sub14, sub16 e sub18. Sophia Medina, Naire Marquez e Pamella Mel também fizeram bonito, garantindo vagas na sub12 e sub14.

 Assim como Rafaela, Isabela Saldanha competiu em três categorias, mas avançou em duas, na sub16 e sub18 e teve as melhores performances entre todas as categorias. Quem também se classificou nessas duas disputas é a carioca Julia Duarte.

Nos pranchões, a melhor atuação ficou com Renato Porcaro. Neste domingo, o evento recomeça às 8 horas. Além das decisões nas sete categorias femininas, será realizada uma expression session masculina, valendo a manobra mais radical. 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões