Kanoa Igarashi e Sage Ericsson conquistam o título do Vans US Open of Surfing 2017

Os americanos Kanoa Igarashi e Sage Erickson festejaram os títulos do Vans US Open of Surfing com a torcida que lotou a praia no domingo em Huntington Beach, na Califórnia. Kanoa impediu outra vitória brasileira com a maior nota do campeonato na primeira onda que surfou na final com o catarinense Tomas Hermes, depois de passar por Filipe Toledo nas semifinais. A última vitória dos Estados Unidos tinha sido em 2011 com Kelly Slater e os brasileiros ganharam três vezes nesse período, Alejo Muniz em 2013 e Filipe Toledo em 2014 e 2016. Com os pontos da etapa norte-americana do QS 10000, Kanoa Igarashi e Tomas Hermes subiram para a terceira e quarta posições no ranking do WSL Qualifying Series, respectivamente.

“Estou muito feliz em estar aqui no pódio com essa multidão incrível que lotou a praia hoje (domingo), junto com a minha família me apoiando todos os dias e a Vans, que faz o evento e me patrocina”, disse Tomas Hermes. “O ano passado foi realmente difícil para mim, por causa de uma contusão no tornozelo, mas já estou bem e muito feliz pelo resultado aqui. Eu não tenho brigado por vaga no CT nos dois últimos anos, mas agora estou melhor do que nunca. Eu estou pronto para competir, pronto para a vida e pronto para tudo”.

MUDANÇAS NO G-10

O QS 10000 Vans US Open provocou quatro mudanças de nomes entre os dez indicados pelo WSL Qualifying Series para completar a elite dos top-34 que disputa o título mundial no World Surf League Championship Tour.  O campeão Kanoa Igarashi está fora do grupo dos 22 primeiros no ranking principal que são mantidos para o ano que vem, mas agora vai garantindo sua permanência com o terceiro lugar no QS. Tomas Hermes é o novo quarto colocado e mais dois entraram no G-10 em Huntington Beach, o neozelandês Ricardo Christie em nono lugar e o norte-americano Patrick Gudauskas em décimo.

Os quatro acabaram tirando da zona de classificação para o CT 2018 o havaiano Keanu Asing, os australianos Cooper Chapman e Mikey Wright e o brasileiro Alex Ribeiro, todos barrados na segunda fase do Vans US Open. Com a entrada de Tomas Hermes, o Brasil permanece com quatro surfistas na lista dos dez que sobem pelo QS e mais dois são de Santa Catarina, Willian Cardoso e Yago Dora, que caíram da segunda e terceira posições para a sexta e sétima, respectivamente. A exceção é o paulista Jessé Mendes, que lidera o ranking e já está garantido como primeira novidade na “seleção brasileira” do ano que vem.

CT FEMININO

No domingo, também foi encerrada a sexta etapa do World Surf League Women´s Championship Tour em Huntington Beach, com a norte-americana Sage Erickson conquistando sua primeira vitória na divisão de elite do Circuito Mundial. Ela primeiro vingou na semifinal, a derrota sofrida para Courtney Conlogue na decisão do QS 6000 de Oceanside no domingo passado. Depois, impediu o bicampeonato de Tatiana Weston-Webb, derrotando a havaiana por 11,84 a 9,80 pontos em sua primeira final em etapas do CT

 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões