Alex Ribeiro vence final brasileira no QS 3000 da África do Sul

Pela terceira vez esse ano, uma etapa do WSL Qualifying Series é encerrada com uma final brasileira e agora foi Alex Ribeiro quem festejou o título no QS 3000 da África do Sul. A decisão do Volkswagen SA Open of Surfing no domingo em Durban foi contra Hizunomê Bettero e ainda teve mais um brasileiro, Victor Bernardo, dividindo o terceiro lugar com o peruano Miguel Tudela nas semifinais. Outro paulista, Deivid Silva, e o catarinense Tomas Hermes, perderam nas quartas de final e ficaram em quinto lugar na verdadeira invasão brasileira na África do Sul.

“Estou muito feliz, é um sentimento muito bom. Eu nem consegui dormir direito essa noite, só ficava pensando no campeonato e eu estava muito instigado pra competir. Eu estou amarrado em vencer aqui e em fazer a final com meu amigo, Hizunomê Bettero, que é um grande surfista também” , afirmou. 

Com o título no QS 3000 Volkswagen SA Open of Surfing, Alex Ribeiro deu um grande passo para recuperar a vaga na elite dos top-34 da World Surf League perdida no ano passado. Com os 3.000 pontos no ranking, entrou na lista dos dez que se classificam pelo QS, subindo do 12.o para o quinto lugar no ranking, logo abaixo de Yago Dora, que não competiu na África do Sul, como o líder Jessé Mendes. Já o vice-campeão Hizunomê Bettero somou 2.250 pontos e saltou de 82 para 26 na classificação geral das 29 etapas completadas no domingo em Durban.

 

 

G-10 DO WSL QUALIFYING SERIES – após a 29.a etapa na África do Sul :

1.o: Jessé Mendes (BRA) – 16.980 pontos

2.o: Hiroto Ohhara (JPN) – 8.830

3.o: Jorgann Couzinet (FRA) – 8.810

4.o: Yago Dora (BRA) – 8.630

5.o: Alex Ribeiro (BRA) – 8.455

6.o: Soli Bailey (AUS) – 7.540

7.o: Cooper Chapman (AUS) – 7.245

8.o: Ian Crane (EUA) – 6.630

9.o: Keanu Asing (HAV) – 6.400

10.o: Flavio Nakagima (BRA) – 6.060

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões