Brasil se candidata para receber o ISA Games de 2018 em Búzios

O Brasil confirmou a intenção de sediar o Mundial de surfe de 2018. Neste domingo, Adalvo Argolo, presidente da CBSurf (Confederação Brasileira de Surfe), e o ministro dos esportes Leonardo Picciani se reuniram com Fernando Aguirre, presidente da ISA (Associação Internacional de Surfe), e oficializaram a candidatura de Búzios para receber a principal competição de surfe entre países. O encontro ocorreu em Biarritz, na França, onde vai ser realizada a edição deste ano do Mundial.

“Foi uma satisfação muito grande conhecer o ISA Games e poder encontrar o Fernando Aguerre, uma liderança no surfe mundial. Tivemos a oportunidade, junto com o Adalvo, de trazer nosso posicionamento de que nós acreditamos muito no surfe e que vamos cada vez mais buscar estruturá-lo como um grande esporte, saudar a ISA pela inclusão no programa olímpico e de conversar com o Fernando sobre estes temas. E de ver também a Confederação Brasileira de Surf tomando um caminho excelente de governança e estruturação, que renderão bons frutos para o país”, afirmou Picciani.

Além do Brasil, o Japão e mais dois países estão na disputa para sediar o Mundial de 2018, segundo Aguirre.

“É um prazer receber o ministro dos Esportes e o presidente da CBSurf aqui em Biarritz, no ISA World Surfing Games, falando do futuro do surfe país. O Brasil é uma potência do surfe olímpico. Fico feliz por escutar estas as palavras, de ver a nova CBS organizada e apoiada fortemente. Estamos esperando as possibilidades de ter um Mundial também no Brasil. Seria um prazer voltar ao Brasil, um país de boas ondas e pessoas de muito coração”, disse Aguirre.

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões