Caio Ibelli é vice-campeão do Rip Curl Pro Bells Beach

O paulista Caio Ibelli barrou o campeão mundial John John Florence com uma virada espetacular no último minuto da semifinal, mas não conseguiu superar o vice-campeão, Jordy Smith, na decisão do título do Rip Curl Pro Bells Beach. Os dois deram um show nas ótimas direitas de 6-8 pés da quarta-feira e o sul-africano ganhou a final por 18,90 a 17,46 pontos, para badalar o sino do troféu da vitória que não conseguiu no ano passado contra o australiano Matt Wilkinson. Mas, o brasileiro também festejou bastante no seu primeiro pódio em etapas do World Surf League Championship Tour.

“Esse é um evento que a gente tem no caderninho de querer ir pra final dele. As ondas estavam alucinantes o dia inteiro, tinha tamanho, tinha força, então foi um campeonato alucinante e não tenho nem palavras. Quando eu era um pivetinho, o Jordy (Smith) já tava fazendo sessões de vídeo, então todas essas coisas somam e criam esse momento único que estou vivendo hoje (quarta-feira). Tenho uma equipe que trabalha comigo que me dá todo o suporte, me deixando confortável para competir em todas as condições e vamos pra próxima agora, ir lá pro Rio (de Janeiro) ver a brasileirada torcendo por nós lá”, afirmou.

Outros três brasileiros competiram no último dia em Bells Beach. Adriano de Souza e Filipe Toledo perderam nas quartas de final e Wiggolly Dantas no duelo com Mineirinho na quinta fase. A próxima apresentação dos melhores surfistas do mundo é no Brasil, de 9 a 20 de maio em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Caio Ibelli tem 23 anos de idade e no ano passado recebeu o prêmio de melhor estreante da temporada. Ele foi apenas o terceiro brasileiro da história a decidir o título na etapa mais antiga do Circuito Mundial e subiu do 19.o para o sétimo lugar no ranking com o vice-campeonato no Rip Curl Pro.

INTERFERÊNCIA RETIRADA

Todas as baterias realizadas no último dia tiveram boas ondas e foram disputadas em alto nível. Dois brasileiros começaram a quarta-feira competindo juntos pela terceira vaga direta para as quartas de final. O campeão mundial Adriano de Souza larga na frente numa onda bem surfada com grandes manobras que vale nota 8,43. Depois, Filipe Toledo manda um aéreo muito alto e sai atacando a onda até o fim para ganhar 9,00 dos juízes e faz um 6,67 em outra para liderar. Só que Ezekiel Lau assume a ponta com notas 7,90 e 8,83 em duas ondas seguidas com um frontside agressivo nas direitas de Bells Beach.

O havaiano segurou a prioridade de escolha até o fim, mas Filipe pega numa onda nos últimos segundos e ele bloqueia entrando na frente. O brasileiro reclamou que, pela regra, ele não poderia fazer isso porque quando dropou já tinha soado o sinal de término da bateria, então foi assinalada interferência de Ezekiel Lau e a penalidade tirou uma das suas notas, caindo para último. Filipe Toledo foi anunciado o vencedor. Mas, a comissão técnica reuniu-se novamente para analisar toda a situação e voltou atrás no resultado, atestando que o havaiano tinha entrado na onda ainda antes do sinal. Com isso, a interferência foi retirada e Ezekiel Lau ganhou a bateria por 16,73 pontos, contra 15,67 de Filipe e 14,20 de Adriano.

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO RIP CURL PRO BELLS BEACH:
Campeão: Jordy Smith (AFR) por 18,90 pontos (notas 9,77+9,13) – US$ 100.000 e 10.000 pontos
Vice-campeão: Caio Ibelli (BRA) com 17,46 pontos (9,63+7,83) – US$ 50.000 e 8.000 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 6.500 pontos e US$ 25.000:
1.a: Caio Ibelli (BRA) 17.63 x 17.43 John John Florence (HAV)
2.a: Jordy Smith (AFR) 15.63 x 15.17 Ezekiel Lau (HAV)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 16.500:
1.a: Caio Ibelli (BRA) 16.00 x 14.50 Frederico Morais (PRT)
2.a: John John Florence (HAV) 16.70 x 15.77 Mick Fanning (AUS)
3.a: Ezekiel Lau (HAV) 18.60 x 16.66 Filipe Toledo (BRA)
4.a: Jordy Smith (AFR) 16.77 x 10.53 Adriano de Souza (BRA)

QUINTA FASE – Vitória=Quartas de Final e Derrota=9.o lugar com 4.000 pontos e US$ 13.700:
1.a: Frederico Morais (PRT) 18.10 x 13.16 Sebastian Zietz (HAV)
2.a: Mick Fanning (AUS) 18.63 x 17.60 Owen Wright (AUS)
3.a: Filipe Toledo (BRA) 16.76 x 15.00 Joel Parkinson (AUS)
4.a: Adriano de Souza (BRA) 18.17 x 17.60 Wiggolly Dantas (BRA)

QUARTA FASE – Vitória=Quartas de Final / 2.o e 3.o=Quinta Fase:
1.a: 1-Caio Ibelli (BRA)=16.46, 2-Frederico Morais (PRT)=15.50, 3-Owen Wright (AUS)=11.43
2.a: 1-John John Florence (HAV)=19.54, 2-Mick Fanning (AUS)=18.86, 3-Sebastian Zietz (HAV)=12.94
3.a: 1-Ezekiel Lau (HAV)=16.73, 2-Filipe Toledo (BRA)=15.67, 3-Adriano de Souza (BRA)=14.20
4.a: 1-Jordy Smith (AFR)=15.30, 2-Wiggolly Dantas (BRA)-14.70, 3-Joel Parkinson (AUS)=14.50

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões