Entrevista exclusiva com Tainá Hinckel representante brasileira no Mundial Junior de Surf

Depois de dois anos consecutivos em Portugal, a Austrália vai voltar a sediar o World Surf League Junior Championship nos próximos dois anos. A WSL vinha trabalhando estreitamente com o Governo do Estado de New South Wales para garantir o evento que vai definir os campeões das temporadas 2016 e 2017 da categoria dos melhores surfistas do mundo com até 18 anos de idade. O palco da batalha será em Kiama, cidade localizada a 120 Km ao sul de Sydney, em New South Wales. A decisão dos títulos masculino e feminino de 2016 já está confirmada para os dias 4 a 13 de janeiro na Austrália.

A catarinense Tainá Hinckel, de 13 anos, vai tentar buscar o titulo para o país. Em entrevista exclusiva ao Tudo pelo Surf,  Tainá falou uma pouco sobre a sua carreira.

“Iniciei no surf com 6 anos de idade e corri meus primeiros campeonatos entre os 7 a 8 anos. Minha família me apoia muito e a maior influência no surf com certeza é meu pai. Além disso, ele é meu técnico e shaper e sempre esta comigo nas competiçoes”, afirmou uma das promessas do surf nacional.

Ela ainda comentou sobre as expectavas para o Campeonato Mundial Junior na Austrália.

“A minha expectativa é de pegar altas ondas, querendo ou não eu quero me divertir, porque ainda sou muito nova, uma das mais novas a conseguir essa classificação para o Mundial Pro Junior. Então, quero fazer o meu melhor e se possível conseguir um bom resultado para esse evento”.

Tainá ainda contou algumas curiosidades sobre sua curta carreira. Se liga aí!!! 

1.Você prefere freesurf ou competição?

Competição

2.O surfe é um caso de amor?

O surf pra mim é muito mais que minha profissão, é minha paixão e onde eu resolvo todos os meus problemas.  Me sinto muito bem surfando!!!

15697259_1140590629391365_9150949528039975794_n3. Relembra algum momento marcante?

Tenho vários momentos de competições e de viagens que me marcaram muito. Difícil lembrar um momento mais marcante, mas um bem especial é quando fui campeã sul-americana e consegui a classificação para o Mundial Pro Junior.

4. Quais picos já enfrentou que te marcaram?

Já fui duas vezes pro hawaii, três vezes pra indonésia, 4 vezes pro peru, entre outras várias viagens pelo brasil. Todos as viagens tem boas memorias e marcaram bastante no meu coração!!!!

5. Seu sonho?

Eu sonho um dia em ser campeã mundial e poder fazer muita história no surf feminino.

Por João Otávio Vieira

 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões