Entrevista exclusiva com a freesurfer Thamy Erlacher

Não preocupada em competir, a capixaba Thamy Erlacher Cardoso passa parte da sua vida praticando o surf como um “lifestyle” em busca de boas ondas.

“Fui criada sempre em contato com o mar e sempre admirei o esporte. Por não ter apoio de meus pais comecei a surfar depois que fiquei ‘independente’aos 19 anos de idade. Entrei em uma escolinha de surf junto com umas amigas que incentivei. O real motivo é que desde a primeira onda eu me apaixonei pelo surf! Surfar pra mim é terapia e saúde, é o que me deixa mais feliz na vida”, disse ela em entrevista ao Tudo pelo Surf.

13048255_1087858277924424_408502265717361665_o

 

Thamy também divide o surf com outras paixões como viajar e sua marca de biquínis.

“Hoje tenho uma marca de biquinis @4sealovers_  que criei para surfistas e amantes do mar. Tudo feito do meu jeitinho. Meu dia a dia é sem rotina. Se tem onda estou no mar e vou encaixando as tarefas. E sempre que posso faço uma trip para algum lugar com boas ondas. Estou em movimento sempre curtindo o dia e a natureza”.

Por fim, ela disse ainda que surf feminino precisa e merece todo apoio, sejam nas competições ou no freesurf.

“ O surf feminino tem evoluído muito! As meninas estão com surf de alta performance. O problema é que no Brasil não se tem muito apoio!!!”, finalizou.

Por João Otávio Vieira

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões