Joel Parkinson e Kai Otton não vão disputar Oi Rio Pro 2016 e baterias são alteradas

 

Nesta sexta-feira, os australianos Joel Parkinson e Kai Otton alegaram motivos pessoais para cancelar suas participações no Oi Rio Pro. O atual campeão brasileiro, Bino Lopes, que estava escalado na primeira bateria da triagem, foi chamado pela World Surf League para entrar direto no evento principal por ter vencido a etapa do QS 1500 Praia do Forte Pro apresentada pela Oi na Bahia, encerrada no domingo. E o baiano vai enfrentar o dono da lycra amarela do Jeep WSL Leader, Matt Wilkinson, na quinta das doze baterias da primeira fase, que foram modificadas com as saídas de dois tops da elite.

Alex Ribeiro saiu da terceira e foi para a primeira, encabeçada pelo defensor do título do Oi Rio Pro, Filipe Toledo, com outro vencedor da etapa brasileira no Postinho da Barra, Michel Bourez, do Taiti, completando este primeiro confronto nas ondas de Grumari. No segundo, Gabriel Medina agora vai enfrentar o norte-americano Kanoa Igarashi e o havaiano Dusty Payne, chamado junto com Bino Lopes para substituir os desistentes Parkinson e Otton.

Na quarta, Italo Ferreira também terá dois novos adversários, o australiano Davey Cathels que estava com Adriano de Souza, e o convidado da World Surf League para o Oi Rio Pro, Deivid Silva. Os dois já foram concorrentes diretos na categoria Pro Junior, mas Italo agora é o brasileiro mais bem colocado no ranking mundial da temporada, em terceiro lugar com duas semifinais consecutivas na perna australiana. Com a saída de Kai Otton da quinta bateria, o líder Matt Wilkinson agora vai estrear contra dois brasileiros, Miguel Pupo e Bino Lopes.

Já o confronto seguinte será 100% verde-amarelo com as mudanças, pois Jadson André saiu da penúltima para a encabeçada pelo campeão mundial Adriano de Souza e o terceiro componente sairá da triagem. Depois tem mais uma com participação dupla do Brasil, com Wiggolly Dantas e Alejo Muniz disputando uma vaga direta para a terceira fase com o norte-americano Kolohe Andino. E Caio Ibelli passou a ser o cabeça de chave da última bateria, completada pelos havaianos John John Florence e Keanu Asing.

OI RIO PRO
1.a: Filipe Toledo (BRA), Michel Bourez (TAH), Alex Ribeiro (BRA)
2.a: Gabriel Medina (BRA), Kanoa Igarashi (EUA), Dusty Payne (HAV)
3.a: Julian Wilson (AUS), Stu Kennedy (AUS), Leonardo Fioravanti (ITA)
4.a: Italo Ferreira (BRA), Davey Cathels (AUS), Deivid Silva (BRA)
5.a: Matt Wilkinson (AUS), Miguel Pupo (BRA), Bino Lopes (BRA)
6.a: Adriano de Souza (BRA), Jadson André (BRA), vencedor da triagem
7.a: Nat Young (EUA), Conner Coffin (EUA), Jack Freestone (AUS)
8.a: Jordy Smith (AFR), Josh Kerr (AUS), Adam Melling (AUS)
9.a: Jeremy Flores (FRA), Kelly Slater (EUA), Ryan Callinan (AUS)
10: Kolohe Andino (EUA),Wiggolly Dantas (BRA), Alejo Muniz (BRA)
11: Sebastian Zietz (HAV), Adrian Buchan (AUS), Matt Banting (AUS)
12: Caio Ibelli (BRA), John John Florence (HAV), Keanu Asing (HAV)

OI RIO WOMEN´S PRO
1.a: Sally Fitzgibbons (AUS), Bianca Buitendag (AFR), Laura Enever (AUS)
2.a: Tatiana Weston-Webb (HAV), Malia Manuel (HAV), Keely Andrew (AUS)
3.a: Courtney Conlogue (EUA), Bronte Macaulay (AUS), Silvana Lima (BRA)
4.a: Tyler Wright (AUS), Nikki Van Dijk (AUS), Coco Ho (HAV)
5.a: Carissa Moore (HAV), Sage Erickson (EUA), Chelsea Tuach (BRB)
6.a: Stephanie Gilmore (AUS), Johanne Defay (FRA), Alessa Quizon (HAV)

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões