Guia sobre o Quiksilver e Roxy Pro Gold Coast 2016

A etapa inaugural da World Surf League na Gold Coast (Austrália) tem sido uma das etapas mais requisitadas pelos fãs e surfistas de todo o mundo.

O Superbank em Snapper Rocks é a praia do sonho dos surfistas de todo o mundo, fornecendo ondas que permitem que os surfistas mostrarem todo o seu talento e desempenho nas diversas ondas do local. Não há melhor local para lançar uma batalha pelo título mundial!!!

Janela do evento: 10-21 de março de 2016

LOCALIZAÇÃO: Snapper Rocks, Coolangatta, Queensland, Austrália

HORÁRIO: GMT + 10h

Coordenadas: 28,1625 ° S, 153,5500 ° E

Aeroporto Local: Aeroporto de Gold Coast, Coolangatta

6e551097634fd8ea5b87f7c0bb9aa357
Filipe Toledo dando show nos aéreos na etapa do ano passado (Foto:WSL)

A onda:  Snapper Rocks é uma bancada que oferece uma das melhores ondas no mundo. Com ondas para a direita a parede parece infinita e bastante manobrável. Com um bom swell, altos tubos seguidos de manobras são as ondas de melhores notas!!!

Os últimos vencedores do ​​Quik PRO:

2015: Filipe Toledo (BRA)

2014: Gabriel Medina (BRA)

2013: Kelly Slater (EUA)

2012: Taj Burrow (AUS)

2011: Kelly Slater (EUA)

2010: Taj Burrow (AUS)

2009: Joel Parkinson (AUS)

2008: Kelly Slater (EUA)

2007: Mick Fanning (AUS)

2006: Kelly Slater (EUA)

2005: Mick Fanning (AUS)

2004: Michael Lowe (AUS)

2003: Dean Morrison (AUS)

2002: Joel Parkinson (AUS)

 

As últimas vencedoras do Roxy PRO:

2015: Carissa Moore (HAW)

2014: Stephanie Gilmore (AUS)

2013: Tyler Wright (AUS)

2012: Stephanie Gilmore (AUS)

2011: Carissa Moore (HAW)

2010: Stephanie Gilmore (AUS)

2009: Stephanie Gilmore (AUS)

2008: Sofia Mulanovich (PER)

2007: Chelsea Hedges (AUS)

2006: Melanie Redman-Carr (AUS)

2005: Stephanie Gilmore (AUS)

2004: Jacqueline Silva (BRA)

2003: Layne Beachley (AUS)

2002: Lynette MacKenzie (AUS)


 

 Palpites dos especialistas do Tudo pelo Surf:

Gabriela Netto

Masculino

  1. Kelly Slater – dispensa comentários. Não precisa de justificativa! (Risos)
  2. Mick Fanning – 2015 foi um ano quase perfeito pra ele. É um dos melhores surfistas do tour, tem uma fluidez única e rasgadas fortes. Surfa com muita classe. Tirando o fator dele estar surfando em casa e conhecer as ondas como ninguém. Vai vir com tudo pra levar a etapa e trilhar o caminho para se manter na elite ano que vem, já que não vai competir todas as fases. Não tem como deixar ele de fora.
  3. JJ Florence – o Havaiano voa alto nas ondas. Vejo ele com um dos principais destaques do Tour. Tem tudo pra ir bem e até levar a etapa.

 Feminino

  1. Carissa Moore- Campeã ano passado! Na minha opinião uma das melhores no Tour e vem forte pra conquistar seu quarto titulo mundial na WSL.
  2. Tyler Wright- Ano passado não surfou muito bem, mas todos sabem do seu potencial para chegar ao topo do ranking.
  3. Courtney Conlogue- A americana brigou até o ultimo momento pelo titulo ano passado. Podemos esperar um bom começo de ano para Courtney!!!

Rodrigo Boccato

Masculino

  1. Adriano de Souza – Como atual campeão do circuito, deve aparecer cheio de energia. Apesar de não ter vencido esta etapa no ano passado, se deu muito bem nas outras fases australianas, mostrando que conhece bem o local.
  2.  Mick Fanning – Quintal de casa! Surfando em sua terra natal e sendo uma das poucas etapas do circuito a qual vai disputar esse ano, deve estar sedento por uma vitória. Com certeza vai apresentar muita potência e chegará longe.
  3. Filipe Toledo – Ganhador do prêmio de destaque do ano (2015) pela WSL, Filipinho esta ainda mais maduro. Com ondas que combinam com seu surf moderno, ele pode repetir a dose do ano anterior e sair campeão.

João Otávio Vieira

Masculino

  1. Gabriel Medina-No ano passado caiu na Gold Coast no Round 3, após fazer uma interferência sobre o irlandês Glen Hall. Com um surf agressivo combinando tubos, manobras e aéreos, Medina entra como um dos atletas a ser batido.
  2. Filipe Toledo- Campeão no ano passado, o paulista em condições de Beach Break é quase imbatível. Se as condições do mar não forem as melhores, Filipe com seus aéreos estratosféricos pode vencer a competição!!!
  3. Mick Fanning- Após decidir que vai participar de apenas três competições neste ano no CT, Fanning em casa sempre é um dos favoritos. O “White Lightning” com seu estilo agressivo e rasgadas impressionantes tem tudo para chegar, pelo menos, entre os semifinalista.

Feminino

  1. Carissa Moore- Sempre favorita em todos os campeonatos. Deve chegar no mínimo as semifinais da etapa.
  2. Sally Fitzgibbons- Com um surf muito bonito, a australiana vem com tudo esse ano em busca do titulo da etapa e se possível o Mundial.
  3. Tatiana Weston-Webb- a “brasileira”, estreante do ano de 2015, tem tudo para brigar com as tops com seu surf agressivo e excelentes manobras.

 

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões